Cartilha Amigos da Terra vai auxiliar professores no trabalho de educação ambiental

Trabalhar a educação ambiental nas escolas é pensar no futuro. Separar o lixo, preservar as florestar, não desperdiçar água. A criança que aprende cedo cresce um adulto consciente.

Na escola municipal Francisco Donizete de Lima, as crianças do infantil ao quinto ano, desenvolvem atividades pensando no meio ambiente. “A gente faz adubo orgânico pra por na nossa horta e tudo que é produzido vai para a merenda escolar. Os alunos também trazem latinhas de alumínio pra escola. A gente vende e com o dinheiro arrecadado compramos as sementes pra horta”, explicou a diretora da unidade, Laíse Cecília.

O trabalho de orientação e conscientização nas escolas deve ser contínuo. E foi pensando nisso que o CAT criou a cartilha Amigos da Terra. O material está na quinta edição e é distribuído gratuitamente nas escolas municipais.

O presidente do CAT, Darcy Ferrarin, conta que o material é elaborado por profissionais capacitados para tocar e chamar a atenção das crianças. “A cartilha mostra perfeitamente toda a cadeia ambiental. Um trabalho que envolveu muita gente, que teve custos e agora estamos entregando nas mãos dos professores para que eles nos deem um retorno dentro do que nos propomos a fazer que é cuidar do meio ambiente”, disse o presidente.

São mais de 20 páginas, com histórias, ilustrações e atividades que envolvem as crianças de forma muito espontânea. Nesta quinta edição, o CAT trabalhou de forma lúdica o tema “alimento e água, produzindo com responsabilidade”. Assunto que segundo o presidente do CAT, Darcy Ferrarin, deveria ser uma preocupação de todos nós. “Aproximadamente 12% da água potável do mundo está no Brasil. E nós temos o dever, a obrigação de preservar isso porque se não, um dia ela vai acabar”, afirmou Ferrarin.

As cartilhas vão chegar às salas de aula graças à parceria entre o CAT e a Secretaria Municipal de Educação. O material será trabalhado com cerca de 3 mil e 500 alunos da rede pública municipal do 3º e 4º ano e do pré II. A secretária de Educação de Sorriso, Lenide Pereira disse que a cartilha será em breve utilizada pelos professores. “As crianças ficam mais animadas porque o material é bem feito, colorido, com atividades, é um planejamento para o professor que vem pronto. Depois de todo o trabalho vamos organizar um evento para que os alunos possam apresentar em painéis o que aprenderam”, garantiu a secretária.

A cartilha Amigos da Terra é uma das ações do programa Sorriso Vivo que nasceu em 2005 com o objetivo de disseminar práticas ambientais pensando nas futuras gerações.

Selecione o Idioma
Rolar para cima
×
%d blogueiros gostam disto: