Representante do WWF-França visita Sorriso e conhece projeto Gente que Produz e Preserva

Conhecer a realidade da agricultura familiar, de média e também de grande escala em Sorriso, a Capital Nacional do Agronegócio, foi o objetivo da visita da representante do WWF-França, Lénaïc Moniot. No Brasil pela primeira vez, a responsável por projetos de cadeias agrícolas sustentáveis, da organização Internacional, esteve em propriedades rurais certificadas, nas unidades demonstrativas dos projetos Balde Cheio e Agroecologia. Todos com trabalhos desenvolvido pelo Projeto Gente que Produz e Preserva, do Clube Amigos da Terra (CAT Sorriso).

O WWF- França assim como o WWF-Brasil são parceiros do CAT no projeto. Tudo começou com uma conversa informal com uma empresa de laticínios francesa, que atua em nível mundial, a Bel. O grupo identificou o potencial produtivo de Sorriso e junto com o CAT apostou na produção sustentável. Hoje são 17 propriedades certificadas e 8 em processo de certificação no padrão internacional RTRS, que comprova que o agricultor produz, mas também se preocupa com o meio ambiente.

Para o CAT foi mais uma oportunidade de mostrar os resultados do projeto. “As visitas são muito importante para que nossos parceiros vejam de pertoo que temos desenvolvido junto aos produtores de soja e a agricultura familiar”, disse a engenheira agrônoma do CAT, Julia Ferreira.

A visita também foi acompanhada pela analista sênior de Conservação do programa Agricultura e Alimentos, do WWF-Brasil, Carolina Siqueira.

Selecione o Idioma
Rolar para cima
×
%d blogueiros gostam disto: