Colaboradores de fazenda certificadas participam de curso de qualificação profissional

Estar atualizado na área de atuação é cada vez mais uma exigência do mercado. Os trabalhadores que buscam conhecimento conseguem colocar em prática ensinamentos que podem evitar prejuízos e consequentemente melhorar a produtividade.

Pensando nisso, colaboradores de fazendas certificadas e/ou em processo de certificação estão participando do curso de Operação e regulagem de implementos agrícolas para plantio e controle fitossanitário. O curso é promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) em parceria com o Sindicato Rural e o Clube Amigos da Terra (CAT Sorriso).

No curso de 40 horas, dividido em teoria e prática, são abordados temas como:

  • Reconhecimento dos modelos de implementos agrícolas;
  • Tecnologias de agricultura de precisão existentes no mercado para o uso em semeio e controle fitossanitário;
  • Metrologia;
  • Cálculo e necessidade de semente;
  • Avaliação da qualidade de plantio
  • Manutenção do trator;
  • Procedimento correto de acoplamento do pulverizador ao trator;
  • Formulação de agrotóxicos;
  • Classificação dos produtos;
  • Condições meteorológicas;
  • Deriva;
  • Lavagem das embalagens de agrotóxicos;
  • Calibração do pulverizador;
  • Limpeza e armazenamento;
  • Uso do EPI.

Para o Instrutor do Senar, Anderson Giovani Cunico, a capacitação deve ser contínua. “As máquinas evoluem e o trabalhador tem que estar preparado para opera-las. O Uso correto dos equipamentos causa menos danos a máquina e melhora o resultado da colheita”, afirmou o instrutor.

Para o operador de máquinas João Argeu Ribeiro, a qualificação tem ajudado bastante no trabalho no campo. Desde que ele começou a trabalhar na fazenda Dakar, ele recebe incentivo dos patrões para participar de cursos. “Esse já é o quarto treinamento que eu participo. É muito bom porque depois consigo colocar em prática tudo que aprendi”, comemorou o colaborador.

A Goiana Maria Neide, a única mulher do curso, veio Para Sorriso-MT em busca de oportunidade. Ela terminou o curso técnico em Agropecuária e agora busca outras capacitações. “De novembro do ano passado a abril deste ano pretendo concluir 8 cursos. Tenho certeza que estarei pronta pra assumir o cargo de coordenadora técnica em uma propriedade rural. É o meu sonho!”, disse esperançosa a goiana.

Na quinta e sexta-feira (22 e 23) os alunos participam da aula prática que será ministrada no Instituto Mato-grossense do Algodão (IMA), localizado na BR-163, sentido a Lucas do Rio VErde.

O Curso de Operação e regulagem de implementos agrícolas para plantio e controle fitossanitário é uma das exigências do processo de Certificação da Soja do Projeto “Gente que Produz e Preserva”.

Apoio:

O projeto “Gente que Produz e Preserva”, do Clube Amigos da Terra, o CAT, está sendo desenvolvido em parceria com a WWF Brasil.C

Selecione o Idioma
Rolar para cima
×
%d blogueiros gostam disto: