Produtora de leite e queijo contará sua história de sucesso no Fórum Mulheres do Campo; Evento acontece de forma online no dia 25

O Fórum Mulheres do Campo promovido anualmente pelo Cat Sorriso, com o tema “Estratégias de Sustentabilidade em Campo”, será realizado neste ano de maneira Online, no dia 25/11, às 19h (MT) e contará com a participação de mulheres de sucesso que irão contar um pouco de suas trajetórias em diversas áreas. Uma dessas mulheres é a produtora Rita de Cássia Hachiya, proprietária do sitio Vila Láctea, localizada no Assentamento Jonas Pinheiro, em Sorriso, onde cria vacas da raça Jersey e produz leite e queijos do tipo colonial e frescal. Rita já foi inclusive premiada durante o Torneio Leiteiro e a propriedade já foi destaque por três vezes no MT Rural. 

Ela revela que hoje sua propriedade pode ser considerada sustentável, para isso, teve que agregar mais valor ao leite: “Foi quando percebi que, vender leite para o laticínio não era viável pelo preço que pagavam. Foi onde comecei fazer queijo. Aí fui buscar saber o que eu precisava pra abrir uma queijaria. Eu já fazia queijo antes, eu vendia queijo de porta em porta. Mas eu queria colocar o queijo no mercado, pra isso eu teria que ter o S.I.M. Selo de Inspeção Municipal. Construímos a queijaria, conseguimos o registro do S.I.M. e esse ano, o SUSAF. Agora temos muitos projetos futuros”.

Para colocar o seu produto no mercado também houve um pouco de dificuldade. Mas com muita persistência e amor ao que faz ela venceu as barreiras. Além do carinho pelos animais, Rita também tem preocupação em produzir alimentos livres de produtos agrotóxicos, tanto que se tornou referência na produção de leite . “Toda etapa de mudança da propriedade desde certificação, construção da queijaria, formação de pastagem, teve muita dificuldade por falta de recursos financeiros, dificuldade em conseguir mão de obra, até no começo da venda do queijo, quantos “nãos” eu levei, mas eu não desisti porque eu sabia que o meu produto era bom e que com o tempo viria o reconhecimento. E a minha paixão pelo meu trabalho também foi fundamental pra que eu não desistisse. Tudo que é feito aqui na propriedade é feito sempre prezando pelo bem estar animal e do consumidor final.

Rita conta que no decorrer desse crescimento houve muita dificuldade, “porque não tínhamos e até hoje não temos muitos recursos financeiros. Tudo feito com empréstimos, com juros altos. Por não ter o documento da propriedade, não consigo tirar o PRONAF.  Aí o crescimento foi aos poucos” 

A propriedade hoje é a primeira certificada livre de brucelose e tuberculose do Estado do Mato Grosso e Rita fala do apoio prestado pelo Cat Sorriso: “Como não fazemos nada sozinho nessa vida, tive apoio de um veterinário que até hoje continua dando assessoria, a Secretaria de Agricultura e Meio ambiente e o Cat. Agora tem o projeto Cultivando Vida Sustentável do Cat”.

Atualmente o Cat desenvolve o Projeto “Cultivando Vida Sustentável” e conta com a parceria da Idh – Iniciativa Para o Comércio Sustentável.

O Fórum é uma realização do Cat Sorriso e da Idh – Iniciativa para o Comércio Sustentável e tem apoio do Sindicato Rural, da Acrismat, da Prefeitura de Sorriso, da Associação Senhoras de Rotarianos, da Rede Mulher e tem como parceiro a Associação Produtiva Mulheres da Poranga. Durante o fórum, também será realizada a feira virtual. Produtores interessados podem cadastrar seus produtos para exposição.

Para saber mais informações acesse o site: www.catsorriso.com.br, ou ligue: 3544-3379. O Cat Sorriso funciona em sala anexa ao Sindicato Rural de Sorriso, na Avenida Marginal Esquerda, 1415.

Selecione o Idioma
Rolar para cima
×
%d blogueiros gostam disto: